Evitando o estresse da castração

A castração bovina costuma ser uma pauta repleta de prós e contras quando falamos do gado de corte. Isso porque um macho inteiro costuma apresentar melhores resultados produtivos, com um peso de carcaça até 10% maior e melhoria nos padrões de eficiência; por outro lado, porém, a carne de animais castrados costuma ser mais atrativa para o consumidor devido à sua maior maciez e melhor sabor.

Antes de optar por castrar ou não os animais do rebanho, é importante que você analise as possibilidades e qual o objetivo do sistema de produção.

Sua vontade é produzir em volume? Se sim, manter o macho inteiro pode ser mais adequado, mas, se a sua vontade for ter a qualidade da carne como principal característica da sua produção, a castração pode ser a escolha certa. Mas nem tudo é tão simples assim e, quando falamos desse assunto, outros fatores devem ser levados em consideração, como por exemplo, as alterações fisiológicas e comportamentais causadas pela castração.

Este procedimento, assim como outras práticas rotineiras em um rebanho, pode ser muito estressante para os animais, e todo esse desgaste impacta negativamente os resultados produtivos do rebanho. O animal acaba não ganhando o peso esperado e fica mais suscetível a fugas e a outros problemas comportamentais que, por sua vez, podem dificultar o manejo.

Porém, pesquisas comprovam que o manejo é parte fundamental na redução desses problemas e, quando feito de forma cuidadosa e prezando pelo bem-estar animal, ameniza o estresse causado pela castração. Como manejo, preconizamos a utilização de produtos que reduzam o estresse que os animais passam no período pós-castração, tais como o SecureCattle®.

SecureCattle® também pode te ajudar!

Outras medidas, quando aliadas ao manejo adequado, também reduzem as complicações em consequência do estresse.

SecureCattle® é um análogo à Substância Apaziguadora Bovina (SAB), que é produzida naturalmente pelas vacas no momento do parto. O uso do produto facilita a interação social e a lida, minimizando os efeitos negativos decorrentes da castração.

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp